19/09/2009

AFINAL, "ELE" ESTEVE INSCRITO NO PPD/PSD... Nós aqui, também "esmiúçamos" os Políticos...

Curioso: aos 17 anos (1974) ele afirma ser aluno numa Universidade, mas apenas alega possuir o Curso Geral dos Liceus. Se a memória não me falha... todas as pessoas que pretendiam ingressar na Univ. tinham de possuir o Curso Complementar Liceal ou da Escola Comercial e Industrial, bem como fazer Exame de Admissão à Universidade.
Pelos vistos as confusões do Sr. Primeiro Ministro já remontam à sua adolescência!

Boletim de inscrição

04/09/2009

Criminosos a votos

O caso é fácil de entender: um alto funcionário da Câmara da Póvoa de Varzim, com um longo e impecável historial de serviços, dá 5 faltas consecutivas, descuida-se na justificação e o Vice-Presidente da Câmara penaliza-o com uma aposentação compulsiva; no dia seguinte o Presidente da Câmara convida-o para gerir uma empresa municipal, com honorários e mordomias de Vereador. O Presidente da Câmara, por grande acaso, não esteve envolvido no processo de aposentação, mas o Vice-Presidente esteve e, consequentemente, foi condenado pelo crime de abuso de poder.
O Vice-Presidente, Aires Pereira, discorda do Tribunal e interpõe recurso da sentença. Politicamente, Pereira e seus correligionários aproveitam a morosidade da Justiça e sublinham bem que até ao trânsito em julgado da decisão de condenação prevalece a presunção de inocência. Aos olhos da população a presunção de inocência perdura até hoje, já que o assunto é melindroso para os senhores do poder, já que os jornalistas locais, pelam-se e nunca mais tocaram no assunto. Uma espécie de Justiça de segredo. Aos olhos do PSD, de Manuela Ferreira Leite, a presunção da inocência acredito que também perdure, pois nas próximas eleições autárquicas, Aires Pereira, condenado pelo crime de abuso de poder no exercício de funções de Vice-Presidente da Câmara é, uma vez mais, inacreditavelmente, candidato a... Vice-Presidente da Câmara!
Pois bem, em nome da verdade, para que os eleitores poveiros fiquem definitivamente esclarecidos, para que Manuela Ferreira Leite - "Quando a justiça se pronunciar eu pronunciar-me-ei" - se possa pronunciar e agir, deixo aqui evidências que faltavam:












Ou seja: Manuela Ferreira Leite se não sabe, já ficou a saber porque lhe enviei um e-mail, falta saber se ela vai cumprir com a palavra coisa que não acredito, ela vem da escola de ex-ministros de Cavaco Silva onde todos andavam na gamela e agora são investigados por enriquecimento ilícito. Portugal mostra assim a pouca vergonha reinante, o desespero para arranjar/manter tachos, as cunhas e os favores, as fortunas que se criam em poucos anos, e mais palavras para quê?
Eu não vou votar e aconselho toda a gente a fazer o mesmo, não quero ficar com o peso de consciência de ter elegido mais um ladrão!
Para saber mais aqui: http://jornal.publico.clix.pt/noticia/04-09-2009/pspovoa-desafia-ferreira-leite-a-explicar-caso-aires-pereira-17720272.htm