15/06/2009

Pelamis vs AWS

Boa tarde a todos, tendo já sido convidado pela Pelamis para a apresentação do projecto em alto mar com saída em Matosinhos, convite que declinei por saber que iria estar presente o presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim que infelizmente é um cacique local que não devolve metade dos ordenados por ordem do tribunal visto ser presidente cacique e construtor civil ao mesmo tempo e tal como a Maria José Morgado afirmou: “há políticos que entram pobres na política e ao fim de uns anos estão milionários”. Como tal preferi não aparecer na inauguração senão o fulano ainda vinha para terra a nadar mas, o que me leva a escrever este texto é chamar atenção para o vídeo que a Pelamis me enviou, vídeo esse de grande beleza e interesse para todos especialmente para quem tem filhos a estudar, é um vídeo da autoria do grande fotografo Yann Arthus – Bertrand talvez as imagens mais lindas do nosso Planeta acompanhadas por musica muito bem escolhida e com textos e outras imagens reais que vão levar a que todos pensem bem no futuro. Como tive a oportunidade de acompanhar de inicio o projecto AWS, energie out of waves com o meu grande amigo Jan Willem Vroege fiquei a perceber como se engana o Sócrates e se desviam milhões que depois são jogados numa troca de acções entre várias empresas até não ficar rasto de nada, mas isso é tema para outro post acerca de como o Ambiente em Portugal serve para desviar dinheiros de todos com a cumplicidade de muitos e, como bons projectos não recebem apoios do Estado só porque não geram panelinhas e tachos, como tal ficam no fundo da gaveta esquecidos pelos nossos governantes!
Para acederem ao vídeo carreguem aqui: (http://www.youtube.com/homeproject)
Para saberem mais informação acerca da AWS carreguem aqui: (www.waveswing.com)
Para saberem mais acerca da Pelamis carreguem aqui: (www.pelamiswave.com/)
Cumprimentos DD a todos.

05/06/2009

CARTA ABERTA.

Recebi, de pessoa devidamente identificada, a seguinte carta dirigida ao nosso PR. Como algum do seu conteúdo, vai no sentido de expor o que muita gente pensa sobre a política, só que não tendo "tomates" para falar, refilar e expor, como fez o autor da carta, fica-se pelo encolher de ombros naquela atitude de "A ver se alguém se decide em mandar tudo pró caralho" e " correr com esta cambada", numa atitude de deixa andar, quem quiser que se chateie. Premeio a atitude deste cidadão, inconformado como eu, pela frontalidade de ideias, e da sua exposição.

@Fernando Marques

Pulseira Electrónica

Exmo. senhor presidente da república,

Dirijo-me a si, porque a minha consciência o dita enquanto cidadão com deveres e não por entender que este meu acto vá valer de alguma coisa, pois visualizo-o como mais uma peça deste sistema em que decididamente deixei de acreditar.

Digo-lhe em primeira mão que este ano decidi não exercer a minha obrigação de ir votar nas eleições europeias e confesso-me bastante ofendido quando determinadas pessoas (regra geral pertencentes à classe política) dizem que esta minha decisão representa uma alienação. Se por acaso também assim pensa, é porque de facto (e lamentavelmente) tenho razão no parágrafo anterior.

Apenas iria votar, mas em branco, se esse meu voto tivesse significado para o saneamento do actual sistema ou já tivesse sido assumido publicamente que o voto em branco merece um tratamento ímpar.

Permita-me também considera-lo um bocado parvo, pois se o senhor (tal como os seus sucessores) não interpretaram a abstenção como uma forma de revolta do povo, apenas estão a assumir publicamente a Vossa despreocupação.

Exposto isto, prove-me que estou errado, ou viva o dia de amanhã como o de ontem, na certeza porém de que em nada está a contribuir positivamente para a necessária mudança.

Compreendo que não tenha coragem de apelar ao povo que vá votar "nem que seja em branco", pois após as eleições teria de tomar as medidas que o país necessita.


p.s. Tive o cuidado de o chamar de parvo, pois após atenta consulta do dicionário, entendi ser essa a melhor definição que tenho da sua figura, sem entrar no campo ofensivo que nunca foi minha intenção.

Cumprimentos

LFM