08/01/2011

Fundação Cidade de Guimarães, o INTOLERÁVEL, acontece.

Folha salarial (da responsabilidade da Câmara Municipal) dos administradores e de outros figurões, da Fundação Cidade de Guimarães, criada para a Capital da Cultura 2012:

- Cristina Azevedo - Presidente do Conselho de Administração
14.300 € (2 860 contos) mensais + Carro + Telemóvel + 500 € por reunião

- Carla Morais - Administradora Executiva
12.500 € (2 500 contos) mensais + Carro + Telemóvel + 300 € por reunião

- João B. Serra - Administrador Executivo
12.500 € mensais + Carro + Telemóvel + 300 € por reunião

- Manuel Alves Monteiro - Vogal Executivo
2.000 € mensais + 300 € por reunião

Todos os 15 componentes do Conselho Geral, de entre os quais se destacam Jorge Sampaio, Diogo Freitas do Amaral, Adriano Moreira e Eduardo Lourenço, recebem 300 € por reunião, à excepção do Presidente (Jorge Sampaio) que recebe 500 €.
Em resumo: 1,3 milhões de Euros por ano, em salários. Como a Fundação vai manter-se em funções até finais de 2015, as despesas com pessoal deverão ser de quase 8 milhões de Euros !!! Reparem bem: Administradores ganhando mais do que o PR e o PM! Esta obscenidade acontece numa região, como a do Vale do Ave, onde o desemprego ronda os 15 % !!!

Ver notícia AQUI

@Carlos Rocha

2 comentários:

Luís Coelho disse...

E tudo isto acontece aos nossos olhos e neste tempo em que nos oprimem de impostos directos e indirectos.

Estes desgovernantes perderam o juizo e o bom senso.............

Mentiroso disse...

É mais um golpe montado para os parasitas dos partidos nos roubarem impunemente.

Tudo isto acontece apenas porque um povo de carneiros que mais não tem senão um pouco de garganta e lhes dá autorização e aprovação.

Temos agora mais um caso O roubo da mulher do ministro da justiça que se abotoa com €M74