26/04/2009

DESCUBRA AS DIFERENÇAS


Nuno Álvares Pereira foi Condestável do Reino, comandante do exército português aos 23 anos, herói invicto dos Atoleiros, Aljubarrota e Valverde que, contra a família, defende a Pátria invadida, o 2.º conde de Arraiolos, 7.º conde de Barcelos, 3.º conde de Ourém e fundador da toda poderosa Casa de Bragança: teve tudo e tudo cedeu. Nuno é o nobre, chefe militar, dirigente e rico, que larga em 1423, os títulos, a espada, o poder, a glória e o fausto, os bens e o dinheiro que distribui pela família, pelos companheiros e pelos mais necessitados, para ingressar no Convento do Carmo, onde se torna um humilde frei porteiro, se dedica à oração, à humildade e à caridade. Foi canonizado pelo Papa Bento XVI, entretanto soube de fonte segura que já se encontra na Santa Sé uma delegação Portuguesa para pedir a beatificação de santo socretino que em tudo se compara com o Condestável tantos os milagres que já fez, ele foi o milagre do canudo, o milagre da mãe, o milagre do Freeport, etc.
Tantos milagres que precisava de dois blogues para os enumerar, foi preciso passarem tantos séculos para aparecer outro santo feito Dom Sebastião que entre o nevoeiro apareceu para salvar Portugal, um verdadeiro mártir como todos os que morreram no Coliseu de Roma, estamos safos, ontem fez 35 anos do 25 de Abril, hoje eu digo acabem com a democracia e metam o santo socretino como rei mono ou pequeno ditador. Se ele voltar a ganhar as eleições fujo para Espanha e escondo-me num mosteiro a rezar por ele o resto da vida, por ele ou pelas vítimas dele!





Entretanto descobri uma musica porreira pá e quem quiser ouvir carregue em baixo:








1 comentário:

Jheyne N. Ortiz disse...

David Santos, agradeço a visita e ao comentário, mas fico curiosa em relação a ideia não finalizada. Abraços.